Seguidores

terça-feira, 28 de abril de 2020

AURA HUMANA


AURA HUMANA1

Toda célula em ação é uma unidade viva, funciona como um microscópico motor e está em conexão com o Espírito, onde se situa a usina mental, sendo esse o núcleo emissor ou fulcro das criações.

Essas agregações celulares emitem radiações que se articulam per meio de sinergias funcionais. Formam os chamados tecidos de força em torno dos corpos que as emitem. Trata-se de um halo energético do qual todos os seres vivos, dos mais rudimentares aos mais complexos, se revestem. Esses tecidos de força ou halos energéticos correspondem à natureza de cada ser vivo.

O ser humano, assim como os demais, é dotado de semelhante projeção, com a diferença de que é mais enriquecida. A modificação é operada pelos fatores do pensamento contínuo.

O pensamento se ajusta às radiações do campo celular e modela em torno da personalidade (isto é, da alma encarnada) o que se convencionou chamar em algumas escolas espiritualistas de duplo etéreo ou corpo vital. Trata-se, na verdade, de uma duplicata mais ou menos radiante que reveste o ser humano.

Semelhante túnica eletromagnética da qual o ser humano se reveste é matizada (colorida) pelas vibrações e imagens que constituem o pensamento que ali circula. Antes que o pensamento seja arrojado na direção dos objetos ou de seus objetivos, forma-se no tecido de força, halo energético ou túnica eletromagnética, as telas ou quadros projetados pelo pensamento como que prévias que aí são exibidas.

São, portanto, forças físico-químicas e mentais que formam a chamada aura humana, peculiar a cada indivíduo. Sua forma é ovoide, mas, não regular. Apresenta-se num processo de interação com o ser humano que ao mesmo tempo em que emite as radiações é interpenetrado pelas mesmas.

É comparável a um espelho cuja sensibilidade torna possível apresentar todos os estados do Espírito com seus sinais característicos. Nessas imagens evidenciam-se todas as ideias, tal qual formas vivas, ou se assim ficar de fácil entendimento: como um filme de cinema em alta definição. Na aura humana, onde circula o pensamento, as ideias plasmam telas vivas enquanto perduram vigorosas no fulcro central de irradiação.

(Acessa a 2ª aqui; a 3ª aqui e a 4ª aqui)

Uberaba – MG, 28 de abril de 2020.
Beto Ramos

1. Texto adaptado da Obra Evolução em Dois Mundos, Cap. 17.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Vamos debater temas sem disputar.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

DESTAQUE DA SEMANA

ESTUDO DA DOUTRINA ESPÍRITA – PARTE 101

- O LIVRO DOS ESPÍRITOS –  - LIVRO TERCEIRO – AS LEIS MORAIS –  - CAPÍTULO IV – LEI DE REPRODUÇÃO –  - III OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO –  IV – C...

MAIS VISITADAS