Seguidores

quarta-feira, 17 de junho de 2020

SINAGOGA – uma instituição greco-romana



Os tradutores fundamentalistas, hoje, ofendem o Espiritismo com o uso de neologismos inexistentes nos idiomas originais em que as escrituras sagradas foram escritas (é o caso da expressão médium, Espiritismo, Espiritistas, etc.). A seguir comprovamos que o judaísmo também sofreu o mesmo com os levianos tradutores anticristãos. 

Veja, por exemplo, o que ocorreu com a palavra sinagoga. A sinagoga surgiu durante o período do exílio na Babilônia. No século I era uma instituição greco-romana que se tornou um local onde os judeus se reuniam para estudo, oração e comunhão

O que significa a palavra grega Συναγωγή (transliterada Synagogí)? Significa “assembleia”. E é dessa forma que tal palavra é traduzida em vários lugares do Novo Testamento.

Infelizmente, synagogí foi traduzida de maneira diferente no livro do Apocalipse. Com uma significação extremamente negativa os "tradutores" usaram todo o seu fundamentalismo para atingir o judaísmo e propagar ideia falsa provocando o dissenso.

O estudante atento, no entanto, observará que tal expressão não apresenta o real significado e nem traz o real sentido do vocábulo original.

A pesquisa séria informa que a maioria das traduções cristãs da Bíblia sofreu a perniciosa influencia do chamado antijudaísmo. No capítulo 3, versículo 9, do livro do Apocalipse, os tradutores, contrariando o Apóstolo Paulo, em vez de usar a palavra neutra “assembleia”, propagaram a expressão cunhada pelos “cristãos”: “sinagoga de Satanás”. 

Estudando atentamente o livro de Atos sabemos que em todas as novas cidades em que o apóstolo Paulo chegava, ele começava seu ministério e sua pregação a partir de uma sinagoga. Deste modo, Paulo não via, por obvio, nada de satânico nela. São vários os versículos do livro de Atos que descrevem Paulo exercendo seu ministério nas sinagogas: 13:14-16; 14:1; 17:1-3; 18:19.

No século I igreja e sinagoga significavam “assembleia” sem qualquer conotação satânica, em razão de sua raiz e do significado de cada expressão no seu idioma original. 

Por isso, ao ler a Bíblia sem conhecimento dos idiomas originais em que foram escritas, bem como o real significado de cada palavra, além de estar seguindo pessoas comuns e não o Cristo, você, também, estará propagando uma notícia falsa, estará espalhando mentira, corroborando para o dissenso.

O dissenso ocorre sempre que se quer desfazer uma assembleia, que é uma reunião de pessoas em torno de um objetivo comum. No caso do século I de nossa era, a reunião em assembleia fundava-se no sentimento divino que liga o ser humano a Deus. Talvez tenhamos nos perdido no caminho. É hora de voltarmos à rota segura.

Uberaba-MG, 17 de junho de 2020
Beto Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Vamos debater temas sem disputar.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

DESTAQUE DA SEMANA

ESTUDO DA DOUTRINA ESPÍRITA – PARTE 101

- O LIVRO DOS ESPÍRITOS –  - LIVRO TERCEIRO – AS LEIS MORAIS –  - CAPÍTULO IV – LEI DE REPRODUÇÃO –  - III OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO –  IV – C...

MAIS VISITADAS